CAPACETES

ban

Os “capacetinhos” são órteses cranianas que precisam ser usadas 23 horas por dia e que agem com uma interposição de forças remodelando o formato da cabeça do bebê.

Já existem no Brasil dispositivos leves e dinâmicos ( que aplicam baixa carga de força para restringir o crescimento).
Os capacetes podem ser usados com mais segurança a partir do quarto mês de vida (quando a assimetria é severa), momento em que os bebês apresentam controle cervical suficiente para suportar o peso adicional que a órtese fornece.

Os capacetes são indicados quando a assimetria é severa ou quando o tratamento com o reposicionamento e/ou com a fisioterapia não surtiu nenhum efeito, pois cada bebê é um caso em particular e apresenta uma resposta única. O

Já existem estudos que recentemente foram revalidados e que fornecem escalas com os índices que sugerem quando tratamento com a órtese deve ser indicado (plagiocephaly severity scale), além da árvore de decisão clínica que se baseia-se em revisões dos estudos realizados e possibilita o monitoramento da resposta

Nossos profissionais são treinados e capazes de triar os casos dos bebês que precisam de uma avaliação especializada para o uso ou não dos capacetes.

É preciso um olhar atento e experiente para saber quando é necessário mudar a estratégia de tratamento!